fbpx

Como o Planograma pode aumentar as vendas no PDV?

Todo empreendedor do varejo físico reconhece a importância da organização no ponto de venda (pdv). Isso porque produtos bem apresentados e fáceis de localizar facilitam a compra e otimizam a experiência do cliente. Dito isso, que tal investir em um planograma para o seu estabelecimento?

Os planogramas desempenham um papel fundamental na disposição das mercadorias no pdv e na elaboração de estratégias de visual merchandising. Mas se você não sabe o que é, e ainda não aplica na sua loja, não se preocupe. No post de hoje, você vai conhecer mais sobre este conceito, além de descobrir porque adotar o planograma no varejo físico.

Entendendo o planograma

O planograma, também conhecido como plano de gôndola, é uma ferramenta utilizada no varejo físico para melhorar a visualização dos produtos e otimizar a organização do estabelecimento.

Esta representação visual do pdv apresenta detalhes do posicionamento de diversos produtos nas prateleiras ou gôndolas, auxiliando na definição da quantidade de itens expostos, a forma de apresentação, a altura de cada empilhamento, as categorias de produtos, entre outros aspectos.

A adoção de um planograma é fundamental nos estabelecimentos comerciais, como supermercados, lojas e farmácias, pois ajuda a organizar as mercadorias — que não podem ser dispostas de qualquer maneira —, a reduzir o desperdício de espaço e a maximizar as vendas.

Em outras palavras, o planograma ajuda o gestor do estabelecimento a planejar o uso de seu espaço e a coletar informações essenciais para auxiliar no desenvolvimento de estratégias de visual merchandising que irão atrair mais público, gerar maior reconhecimento de marca, aumentar as vendas e consequentemente potencializar o lucro.

Nos dias atuais, os planogramas são desenvolvidos e gerenciados de forma digital por equipes de trade marketing ou do setor de vendas, através de softwares executados em tablets e smartphones.

Por que investir em um planograma?

O layout de lojas, supermercados, farmácias e outros estabelecimentos comerciais passam por constantes alterações, seja por conta de mudanças de estação, novos intervalos de produtos, novas demandas do público, entre outros motivos.

É por isso que o planograma é tão importante!

Com tantas mudanças necessárias no pdv, o uso de um planejamento inteligente como o planograma auxilia os varejistas e gestores a decidir quais produtos serão incluídos no layout e qual é a melhor forma de expor as mercadorias nas gôndolas e prateleiras.

Confira as principais vantagens de incorporar o planograma à estratégia de trade marketing do seu estabelecimento:

  • Aumento das vendas
    O maior controle e organização dos produtos no pdv através do planograma resulta em uma experiência de compra otimizada, consumidores mais satisfeitos e aumento no número das vendas.

    Além disso, as informações coletadas através do planograma permitem ao lojista realizar diversas mudanças que podem gerar mais lucro, como determinar as melhores posições para expor os produtos, definir locais estratégicos para realizar a venda cruzada, entre outras táticas que ajudam a potencializar o consumo e a aumentar as vendas.  
  • Melhor aproveitamento do espaço
    Como mencionamos, o planograma auxilia na redução do desperdício de espaço, pois permite ao lojista planejar a exposição de cada produto, aproveitando áreas diferentes do estabelecimento.

    O planograma ainda facilita a organização do layout dos produtos, interferindo diretamente na maneira como cada mercadoria é apresentada aos consumidores. 
  • Maior agilidade na reposição de produtos
    O planograma permite à equipe identificar onde cada produto está. Dessa forma, o processo de reposição de mercadorias se torna mais prático e rápido, pois basta localizar o produto no sistema e realizar o procedimento. 
  • Criação de uma relação com o cliente
    Uma loja organizada por meio do planograma se torna muito mais agradável para os consumidores, uma vez que os produtos estão apresentados nas prateleiras de forma adequada, facilitando uma busca mais ágil e facilitada de cada mercadoria.

    Com a aplicação do planograma a experiência de compra é otimizada, o consumidor desenvolve uma relação mais próxima com o estabelecimento e a empresa passa a solucionar as necessidades de consumo do público com maior eficiência.

Otimize as vendas com visual merchandising

Com o auxílio das informações coletadas no planograma é possível elaborar uma estratégia de visual merchandising eficiente, que contribua ainda mais para atrair o público e aumentar o lucro do estabelecimento.

O Grupo CB é especializado em comunicação visual e desenvolve soluções de merchandising para diversos tipos de negócios.

Os materiais de ponto de venda do Grupo CB são desenvolvidos de forma personalizada, atendendo às necessidades específicas de cada cliente.

Confira nossos produtos:

Produzidos com impressão de alta qualidade, nossos materiais podem compor ações de lançamento, divulgação de produtos, ações promocionais, entre outros propósitos no ponto de venda.

Conte com os melhores materiais de pdv para o seu estabelecimento comercial. Se torne um parceiro do Grupo CB!

Entre em contato com nossa equipe e solicite um orçamento de materiais para pdv.

O universo do marketing é repleto de técnicas que visam dar mais destaque às marcas, conquistar o público, melhorar a experiência do consumidor e aumentar as vendas. O trade marketing, por exemplo, é uma das estratégias mais antigas da área voltada à exposição de mercadorias.

Um bom plano de trade marketing pode ser a opção ideal para marcas que desejam dar mais destaque aos seus produtos, chamando a atenção do público e conquistando um aumento no faturamento.

Mas se você ainda não sabe o que trade marketing significa, não se preocupe! Acompanhe o artigo para conhecer mais sobre este conceito e descobrir como aplicá-lo no seu negócio.

O que é Trade Marketing?

O trade marketing é uma estratégia B2B — ou seja, de empresa para empresa — que busca realizar a exposição estratégica de produtos nos centros de distribuição, como lojas e grandes varejistas.

Dessa forma, os consumidores conseguem visualizar os produtos nas prateleiras com mais facilidade e vivenciam uma melhor experiência de compra no PDV (ponto de venda).

Representando uma integração dos setores de marketing e vendas, o trade marketing tem como objetivo principal aumentar as vendas por meio de ações que melhoram e fortalecem a relação da marca com os canais de distribuição, como os varejistas.

O trade marketing une a visão de longo prazo característica do marketing com os resultados imediatos das vendas.

Mas para isso, as ações partem do princípio de que estreitar as relações com os canais de venda é essencial para conseguir uma boa exposição da marca no pdv, resultando na divulgação das mercadorias para os clientes, no aumento do faturamento, entre outros efeitos positivos.

Qual o objetivo do Trade Marketing?

Como mencionamos, o principal objetivo do trade marketing é aumentar as vendas através de ações de otimização dos canais de distribuição. Mas esta estratégia não se limita apenas a isso!

Confira outros propósitos do trade marketing:

  • Fortalecer a marca
    As práticas de trade marketing, como presença das mercadorias no pdv, boa exposição dos produtos nas prateleiras, ações de destaque nos canais de distribuição, entre outras, auxiliam no fortalecimento das marcas e na criação de uma imagem adequada perante o público-alvo. 
  • Definir os melhores canais de distribuição
    A partir de pesquisas e estudos, o trade marketing compreende onde o público-alvo está, qual é seu poder de compra e quais são os hábitos de consumo.

    Dessa forma, as estratégias são direcionadas à construção de um bom relacionamento com os canais de distribuição certos, aumentando as chances da marca conquistar os clientes e conseguir um bom volume de vendas. 
  • Expor os produtos de forma estratégica
    O trade marketing planeja não só o local de exposição dos produtos, como também a forma como eles deverão ficar posicionados nas prateleiras ao lado dos concorrentes.

    Uma boa estratégia de trade marketing explora as gôndolas e prateleiras da melhor forma possível, além de elaborar outras ações, como a distribuição de amostras grátis para chamar a atenção do público e atrair o consumidor.   

Como elaborar uma boa estratégia de Trade Marketing

Agora que você já entendeu o que é trade marketing e quais são seus objetivos, que tal aprender a fazer uma boa estratégia para a sua marca?

Confira os principais passos para elaborar uma estrutura de trade marketing:

  • Mapear o cenário
    A primeira etapa é realizar pesquisas de mercado para compreender o cenário e questões como posicionamento do produto, perfil do consumidor e dos canais de venda e ações da concorrência.

    Nesta etapa, vale realizar a chamada análise SWOT para entender quais são as oportunidades e ameaças, otimizar as forças e corrigir as fraquezas. 
  • Estabelecer as shopper personas
    O shopper — pessoa que efetua a compra no pdv — é a figura mais importante da estratégia de trade marketing, por isso, é fundamental elaborar uma experiência de compra agradável voltada para essa pessoa.

    Para ajudar nesta missão, vale criar shopper personas que representem o cliente ideal, reunindo o máximo de informações possíveis sobre cada perfil, como personalidade, hábitos, comportamento, dores, etc. 
  • Definir objetivos e estratégias
    Agora, é hora de definir os objetivos e estratégias da ação de trade marketing. Esta etapa costuma envolver produto, preço, praça, promoção e pessoas (5 P’s de marketing).

    Para melhorar a exposição das mercadorias nos canais de distribuição, vale utilizar estratégias como eventos, merchandising no pdv, amostras grátis, brindes nas compras, entre outras.  
  • Alinhar com os distribuidores
    Para garantir o sucesso das estratégias, é preciso alinhar os objetivos da marca com seus distribuidores.

    Nesta etapa, o time de trade marketing negocia com os canais de venda, com o objetivo de chegar em um acordo que beneficie tanto a marca como os distribuidores. 
  • Acompanhar as operações
    As equipes de campo também devem ser monitoradas durante a implementação do trade marketing. E isso envolve desde o acompanhamento das visitas e do tempo médio no pdv até o share de gôndola — espaço que a marca tem para expor seus produtos nas prateleiras — e a execução.

    Para otimizar as operações, a dica é investir em treinamento adequado para os promotores, além de realizar campanhas de incentivo para as equipes. 
  • Analisar os resultados
    A última etapa consiste na análise dos resultados e dos dados coletados no ponto de venda.

    Para facilitar o trabalho, vale considerar os KPIs (indicadores de desempenho), como volume de vendas, participação de mercado, receita líquida, distribuição numérica, ruptura, entre outros. 

O Grupo CB pode ajudar!

O merchandising no ponto de venda é uma estratégia muito utilizada no trade marketing para divulgar os produtos nas prateleiras e chamar a atenção dos consumidores.

Então, que tal elaborar a merchandising da sua marca com o auxílio do Grupo CB?

O Grupo CB é especializado em comunicação visual e possui mais de 30 anos de experiência em diversos projetos.

Nosso portfólio inclui diferentes opções de materiais para merchandising no pdv, como:

  • Display para balcão;
  • Wobbler;
  • Móbile;
  • Faixa ou régua para gôndola;
  • Expositor para loja.

Os materiais podem ser produzidos em PVC, acrílico ou MDF, e contam com impressão digital UV realizada diretamente na superfície.

O Grupo CB fabrica materiais para merchandising no ponto de venda de forma totalmente personalizada e conforme a demanda da sua marca.

Entre em contato com a nossa equipe e solicite um orçamento de materiais para pdv.

Siga no Instagram